ULTRASSONOGRAFIA DE PARTES MOLES COM DOPPLER INFANTIL

Como é realizado este exame?

A ultrassonografia de partes moles (ou dos tecidos moles) com Doppler infantil é um exame de diagnóstico por imagem realizado em pacientes recém-nascidos até 13 anos de idade, que permite avaliar as estruturas superficiais, como a pele e a gordura subcutânea, e sua vascularização, podendo ser realizado em qualquer área da superfície corporal.

O Doppler, ou Dopplerfluxometria, é um complemento da ultrassonografia, um recurso do próprio aparelho de ultrassom que permite ao médico (radiologista ou ultrassonografista) avaliar o fluxo de sangue nos vasos sanguíneos (artérias e veias).

Este exame é acessível, rápido, não invasivo e seguro (não utiliza nenhum tipo de radiação), não apresenta efeitos colaterais e é indolor.

Durante o exame o médico observa e interpreta as imagens e, no final, redige um relatório para o médico assistente que solicitou o exame.

Quando indicar o Doppler de partes moles?

O Doppler de tecidos moles pediátrico está indicado para avaliar:

  • Um “caroço”, que pode ser um cisto simples, um cisto sebáceo, um lipoma (nódulo de gordura) ou um tumor;
  • Um abscesso, podendo auxiliar na indicação de drenagem; e
  • Presença de hematoma (sangue acumulado após trauma).

O que o médico avalia no Doppler de partes moles?

A ultrassonografia dos tecidos moles com Doppler infantil é um exame que serve para a avaliar os tecidos superficiais, como a pele e a gordura subcutânea. O exame pode ser realizado em qualquer região da superfície corporal, como por exemplo: cabeça, pescoço, membros superiores (braços), cotovelo, ombro mão, abdômen, tórax, virilha, membros inferiores (pernas), joelho, tornozelo, pé, etc

Na ultrassonografia de partes moles o médico, radiologista ou ultrassonografista, avalia:

  • Se a estrutura de um nódulo palpável é sólida ou cística (contém líquido em seu interior); e
  • A localização dentro das camadas da pele onde o nódulo está localizado (na pele, na camada de gordura ou em planos mais profundos, como no músculo) e, dependendo da sua localização, diferencia-se dentre os possíveis diagnósticos.

O exame é considerado normal quando as estruturas estudadas não apresentarem alterações.

Caso contrário, o médico (radiologista ou ultrassonografista) relata o que observou, sendo esta informação posteriormente relacionada com a história clínica e outros meios complementares de diagnóstico e terapêutica pelo médico assistente.

o Doppler de partes moles precisa de preparo?

O Doppler de partes moles pediátrico não requer preparo.

Caso o paciente tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precisos e evita, muitas vezes, a realização de exames adicionais.

Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da nossa equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento. Na Clínica Florez liberamos o laudo do exame na hora.

Quem é o médico que realiza este exame na Clínica FloRez?

Este material tem objetivo informativo e não isenta a necessidade de consulta a profissional capacitado e habilitado.