ULTRASSONOGRAFIA DE MAMA

Como é realizado este exame?

A ultrassonografia da mama é realizada com o paciente deitado e com os braços para cima da cabeça, com as mamas despidas.

Este exame é acessível, rápido, não invasivo e seguro (não utiliza nenhum tipo de radiação), não apresenta efeitos colaterais e é indolor.

Durante o exame o médico (radiologista ou ultrassonografista) observa e interpreta as imagens e, no final, redige um relatório para o médico assistente que solicitou o exame.

Quando indicar a ultrassonografia da mama?

A ultrassonografia de mama e a mamografia estão indicadas como rastreio para o câncer de mama para as mulheres acima de 40 anos de idade. A mamografia é um exame que recorre à radiação ionizante e permite avaliar o parênquima mamário, detectar nódulos ou agrupamento de microcalcificações.

A ultrassonografia da mama é um exame inócuo, livre de radiação ionizante e tem como indicação:  

  • Complementar o estudo da mamografia nos pacientes acima de 40 anos com mamas densas, o que pode obscurecer lesões;
  • Complementar para avaliar alterações na mamografia, para diferenciar se a lesão é um nódulo (sólido) ou é um cisto;
  • Exame diagnóstico para os pacientes sintomáticos em qualquer idade, ou seja, com nódulo palpável, alterações cutâneas ou com descarga papilar espontânea (saída de secreção pelo mamilo espontaneamente);
  • Exame complementar para avaliar nódulo palpável não visto na mamografia;
  • Avaliar inflamações ou infecções na mama;
  • Avaliar mama, quando há prótese;
  • Avaliar mama no período da gestação;
  • Avaliar mama em mulheres com idade inferior a 30 anos;
  • Guiar procedimentos cirúrgicos;
  • Para os homens, em caso de aumento do volume da região, para avaliar a possibilidade de ginecomastia; e
  • Em crianças para avaliação de puberdade precoce.

Os resultados da ultrassonografia, igualmente ao estudo da mamografia, são classificados segundo a escala Breast Imaging Reporting and Data System – BI RADS, proposta pelo American College of Radiology – ACR, como veremos adiante.

O que o médico avalia na ultrassonografia da mama?

Na ultrassonografia da mama o médico, radiologista ou ultrassonografista, avalia a estrutura da mama, que é composta de gordura e parênquima fibroglandular, e suas possíveis alterações, como a presença de cistos ou nódulos.

No caso de aumento de volume da região nos homens, o médico avalia se está diante de um:

  • caso de ginecomastia, proliferação de tecido mamário por disfunção hormonal; ou
  • nódulo benigno ou maligno.

O exame é considerado normal quando as estruturas estudadas não apresentarem alterações.

Caso contrário, o médico radiologista ou ultrassonografista, relata o que observou, sendo esta informação posteriormente relacionada com a história clínica e outros meios complementares de diagnóstico e terapêutica pelo médico assistente.

Os resultados da ultrassonografia, são igualmente ao estudo da mamografia, classificados segundo a escala proposta pelo ACR (American College of Radiology) Breast Imaging Reporting and Data System (BI-RADS).

Classificação BI RADS

BI-RADS 0 indica que a examinada deverá realizar exames adicionais;

BI-RADS 1 indica que o estudo da mama é normal;

BI-RADS 2 indica achados benignos;

BI-RADS 3 indica achados provavelmente benignos, mas justificam reavaliação imagiológica a médio prazo, em 6 meses;

BI-RADS 4 e 5 indicam grau de suspeição e indicam necessidade de avaliação complementar por biópsia;

BI-RADS 6 indica que já existe diagnóstico confirmado de câncer da mama.

O exame é considerado normal quando as estruturas estudadas não apresentarem alterações.

Caso contrário, o médico (radiologista ou ultrassonografista) relata o que observou, sendo esta informação posteriormente relacionada com a história clínica e outros meios complementares de diagnóstico e terapêutica pelo médico assistente.

A ultrassonografia da mama precisa de preparo?

O ultrassom de mama não requer preparo.

Caso o paciente tenha exames anteriores relacionados à região a ser examinada pedimos a gentileza de trazê-los. A comparação com exames anteriores proporciona diagnósticos mais precisos e evita, muitas vezes, a realização de exames adicionais.

Lembramos que é fundamental, para os pacientes acima de 40 anos, levar a mamografia anterior, realizada em um prazo máximo de 1 ano.

Em caso de dúvidas, sinta-se à vontade para falar com um dos médicos da nossa equipe. Estamos à sua disposição para qualquer esclarecimento. Na Clínica Florez liberamos o laudo do exame na hora.

Quem é o médico que realiza esta ultrassonografia na Clínica FloRez?

Este material tem objetivo informativo e não isenta a necessidade de consulta a profissional capacitado e habilitado.